Pesquisa Souza Lopes/Correio: Cássio 44%9, Ricardo 35,1% e Vital 3,6%



Pesquisa de intenções de votos realizada pelo Instituto Souza Lopes, contratada pela Empresa de Televisão João Pessoa LTDA, para governador da Paraíba, aponta o candidato do PSDB, Cássio Cunha Lima, à frente na disputa. Se a eleição fosse hoje, segundo a consulta estimulada, Cássio teria 44,9%, contra 35,1% do candidato do PSB, Ricardo Coutinho. Em terceiro lugar, ficaria o candidato do PMDB, senador Vital do Rêgo Filho, com 3,6%, seguido pelo candidato Major Fábio, do Pros, com 0,5%. O candidato do PSTU, Antônio Radical, teria 0,3% e Tárcio Teixeira (Psol), 0,1%. Os votos brancos e nulos seriam 5,3%. Não sabe e não quis opinar 10,2%.

Na consulta espontânea, Cássio Cunha Lima aparece com 39,8%, seguido do governador Ricardo Coutinho, com 31,7%. Vital também aparece em terceiro lugar na consulta espontânea, com 2,7%. Major Fábio tem 0,3%. Tárcio Teixeira aparece com 0,2% e Antônio Radical, com 0,1%. Os votos brancos e nulos, na consulta espontânea, somam 4,9%; e 20,3% dos entrevistados não sabem ou não quiseram opinar. 

A Empresa de Televisão João Pessoa integra o Sistema Correio de Comunicação. A pesquisa está registrada no Tribunal Regional Eleitoral da Paraíba sob o número PB-0030/2014 e no Tribunal Superior Eleitoral (TSE) sob o número BR-00689/2014. As consultas foram realizadas pelo Instituto Souza Lopes entre os dias 15 e 18 deste mês. Foram ouvidos 1.500 eleitores de todas as faixas etárias, idades e classe sociais. A margem de erro é de 2,6 pontos percentuais para mais ou para menos. O grau de confiança da pesquisa é de 95%.

Maranhão tem 31,2%

O Instituto Souza Lopes quis saber a preferência dos eleitores paraibanos sobre a disputa pelo cargo de senador da República. Segundo a consulta estimulada, o ex-governador José Maranhão (PMDB) lidera as intenções de voto, com a preferência de 31,2% do entrevistados. Em segundo lugar, aparece o ex-senador Wilson Santiago (PTB) com 18,3%. O candidato do PT, Lucélio Cartaxo, aparece em terceiro lugar com 14,1%. Leila Fonseca (Pros) tem 1,1% das intenções de voto. 

Walter Brito Filho (PTC) está com 1,1%. Rama Dantas (PSTU) e Nelson Júnior (Psol) aparecem com 0,3% cada. De acordo com o Instituto Souza Lopes, 8,4% dos eleitores paraibanos estariam dispostos a votar em branco ou a anular o voto para senador. Já 25,2% não sabem em quem votar ou não quiseram opinar. 

Na consulta espontânea, José Maranhão também aparece na liderança, com 23,1%, seguido de Wilson Santiago, com 15,5%, e Lucélio Cartaxo, com 10,5%. Leila tem 0,7%, seguida de Walter Brito, com 0,3%, e Rama Dantas e Nelson Júnior, com 0,1%, cada. ‘Outros’ aparece com 0,8%. Os votos brancos e nulos somariam 5,4% e 43,5% são de pessoas que não sabem ou não opinaram. 

Dilma lidera com 42,8%

Sobre a disputa para presidente da República na Paraíba, a pesquisa estimulada do Instituto Souza Lopes aponta a candidata do PT, Dilma Rousseff, na liderança, com 42,8%. A candidata do PSB, Marina Silva, tem 28%. O candidato do PSDB, Aécio Neves, está em terceiro lugar, com 11,7%. O Pastor Everaldo (PSC) tem 0,7%. Eduardo Jorge (PV) está com 0,2%, mesmo percentual da candidata do Psol, Luciana Genro. Os candidatos Levy Fidelix (PRTB), Eymael (PSDC), José Maria (PSTU), Mauro Iasi (PCB) e Rui Costa Pimenta (PCO) têm 0,1% cada. Os votos brancos e nulos na preferência para presidente são 5,3%; e 10,6% não sabem em quem votar ou não quiseram opinar. 

Na consulta espontânea para presidente da República, Dilma tem 39,3%, Marina está com 25,7% e Aécio aparece com 10,7%. Pastor Everaldo tem 0,5%, seguido de Luciana Genro com 0,2%. Eduardo Jorge, Eymael, José Maria e Levy Fidélix aparecem com 0,1% cada. O percentual de quem diz votar em branco ou nulo é de 4,7%. Os que não sabem ou não quiseram opinar, 18,5%.

Reta final para conquistar os indecisos

O presidente do Instituto Souza Lopes, Bruno Souza Lopes, disse que as duas últimas semanas de campanha serão decisivas e fundamentais para os postulantes aos cargos de governador e senador. Segundo ele, os eleitores que ainda não decidiram o voto vão concentrar a atenção na atuação dos candidatos no Guia Eleitoral e nos debates que acontecerão na televisão. 

“Pelo menos um terço dos eleitores ainda esperam os debates para ver como vão se comportar os candidatos. Dependendo do desempenho deles, o eleitor pode mudar ou não a opção. Para os candidatos a deputado, só resta gastar sola de sapato. É no corpo a corpo que vão conquistar os votos dos indecisos”, disse Bruno Souza Lopes.

Segundo ele, enquanto na pesquisa estimulada apenas 10,2% dos eleitores ainda não decidiram em quem votar para governador, na espontânea (que mostra o voto consolidado), o percentual é superior a 20%. “Os candidatos a governador têm duas semanas para correr atrás. Tudo pode acontecer”, frisou.

Para senador, segundo ele, a questão é mais complicada, já que 43,5% ainda não decidiram em quem votar. “Muitos eleitores ainda não sabem quem são os candidatos, o que confirma o baixo interesse pelas eleições”, frisou, e acrescenta que, para presidente da República, ocorre a mesma coisa, com 18,5% ainda sem candidatos a presidente.

 

Fonte – Portal Correio