• Dra Milena
Locais

Pesquisa aponta redução de até 7,3% no preço do litro da gasolina em Patos

ÓTICAS GUIMARÃES

Nesta segunda-feira, dia 12 de setembro, o Procon/Patos realizou mais uma pesquisa de preço de combustível na cidade.

Na oportunidade, foram visitados pelo órgão de defesa do consumidor 25 estabelecimentos da cidade e do distrito de Santa Gertrudes. Foram verificados os preços no varejo da gasolina (comum e aditivada), etanol, diesel (comum e S10) e gás natural, na venda à vista e nas transações em débito e crédito.

Na última pesquisa realizada, em 15 de agosto, o litro da gasolina comum era encontrado, no cartão de crédito, a R$ 5,49. Hoje, o menor preço foi encontrado a R$ 5,09 na mesma condição de pagamento, conferindo, assim, uma redução de 7,3%.

Já a gasolina aditivada pode ser encontrada entre R$ 5,12 a R$ 5,95. O etanol apresenta variação entre R$ 3,99 e R$ 5,55; o diesel comum, R$ 6,65 a R$ 7,39; diesel S10, R$ 6,85 e R$ 7,49, e gás natural, R$ 5,44.

No pagamento à vista, a gasolina comum é encontrada a R$ 5,05, uma redução de 5,78% referente à última pesquisa. A gasolina aditivada, o menor preço pode ser encontrado a R$ 5, 09; etanol, R$ 3,79; diesel comum, R$ 6,59; diesel S10, R$ 6,75 e gás natural R$ 5,44.

Os combustíveis com pagamento no cartão de débito podem ser encontrados, com os seguintes valores: gasolina comum (R$ 5,05), gasolina aditiva (R$ 5,09), etanol (R$ 3,79), diesel comum (R$ 6,59), diesel S10 (R$ 6,75) e gás natural (R$ 5,44).

“Esse levantamento de preço se faz necessário para que, além de podermos informar ao consumidor onde ele pode localizar e adquirir o produto mais barato, também nos dá subsídios para que possamos realizar fiscalizações e verificar se houve redução nas bombas de combustíveis por parte dos fornecedores”, explicou o secretário do Procon/Patos, Ítalo Torres.

Ítalo Torres

Tabelas anexadas:

COMBUSTIVEIS – A VISTA – 12.09.2022.pdf

COMBUSTIVEIS – A PRAZO – 12.09.2022.pdf

COMBUSTIVEIS – DÉBITO – 12.09.2022.pdf

Coordecom


Mostrar mais
Botão Voltar ao topo