Perícia não encontra marcas de bala em carro e empresário pode ter sido morto fora do veículo em Santa Luzia-PB



A perícia do Instituto de Polícia Científica (IPC) não encontrou marcas de bala no carro do empresário Gefferson Moura, o que revela a hipótese de que o rapaz pode ter sido baleado fora do veículo. Ele foi rendido e baleado por policiais civis de Sergipe, em Santa Luzia, na Região Metropolitana de Patos, na noite dessa terça-feira (16).

Conforme apurou o ClickPB são de que Geffeson, que morava em João Pessoa, estava viajando sozinho para Cajazeiras, onde nasceu, para acompanhar juntamente com os irmãos a situação de seus pais, que estão internados com Covid-19. Ele foi abordado pela Polícia Civil de Sergipe, teria reagido, e o delegado sergipano Osvaldo Resende Neto atirou. Geffeson Moura foi deixado sem vida na porta de um hospital da região.

O delegado Sylvio Rabelo explicou ao ClickPB que a Polícia Civil de Sergipe vinha seguindo um grupo criminoso responsável por roubos a bancos e roubos de cargas e avisou a polícia paraibana que estaria realizando a operação apenas uma hora antes de deixar o corpo do rapaz na porta de um hospital da região. Segundo ele, os policiais paraibanos tentaram se integrar à operação, mas, ao chegarem ao local, a situação já havia saído de controle.

A Polícia Civil paraibana foi investigar a conduta dos sergipanos na situação que levou à morte do empresário Geffeson Moura, que não tinha passagem pela polícia.

Lucas Isídio – ClickPB