Pazuello pede para deixar comando de ministério e Bolsonaro discute nomes para substituição



O ministro da Saúde, general Eduardo Pazuello , pediu para deixar o comando do Ministério da Saúde alegando que está enfrenta problemas de saúde. Segundo interlocutores ao jornal O Globo, o militar disse ao presidente que precisa de tempo para se reabilitar.

A troca teria sido um dos assuntos do encontro do presidente com ministros da ala militar na noite deste sábado. Participaram no encontro Braga Neto (Casa Civil), Luiz Eduardo Ramos (Secretaria de Governo), Fernando Azevedo (Defesa) e o próprio Pazuello.

A cardiologista Ludhimila Hajjar, do Incor e da rede de hospitais Vila Nova Star, já desembarcou em Brasília para conversar com o Bolsonaro sobre a possibilidade de assumir o Ministério da Saúde no lugar de Eduardo Pazuello.

A médica está sendo defendida por ministros do Supremo Tribunal Federal e parlamentares do DEM e do PP.

Gazeta Brasil