Locais

Patos sedia III Encontro de negócios e oportunidades para valorização da agricultura familiar

ÓTICAS GUIMARÃES

A cidade de Patos sediou, nesta quarta-feira, dia 11 de janeiro, o III Encontro de Negócios e Oportunidades realizado pelo PROGRAMA BRASIL MAIS COOPERATIVO (através da CHAMADA PÚBLICA 004/2021), em parceria com a Prefeitura de Patos, por meio das secretarias de Agricultura e Desenvolvimento Econômico e Habitação, do Conselho Municipal de Desenvolvimento Regional e Sustentável, EMPAER e Instituto Flor de Cajueiro.

O evento ocorreu no Centro de Comercialização Batista Leitão (camelódromo) e trouxe diversos agricultores de Patos e de outras regiões como forma de interagir e comercializar seus produtos na capital do sertão.

Foram comercializados, durante esta manhã, frutas, hortaliças, plantas, biscoitos, doce, queijo do leite da cabra, rapadura, polpa de fruta, castanha, feijão verde, entre outros produtos.

Para o secretário de agricultura de Patos, Ferré Maxixe, o evento vem fortalecer a agricultura familiar que já é um segmento forte, mas que sempre precisa de apoio, uma vez que é de onde vem o alimento de qualidade.

Já Cláudia Lima, socióloga do Instituto Flor do Cajueiro, garantiu que o evento atendeu as expectativas. “Os agricultores venderam bastante, nós estamos no terceiro encontro e último porque uma das metas do Programa são três encontros. E foi uma expectativa muito boa dentro do que a gente planejou em pouco tempo”, afirmou.

Maria do Rosário de Freitas é tesoureira da Associação dos criadores de caprinos e ovinos da Prata e estava comercializando doce e queijos finos. Ela destacou que o encontro é uma oportunidade de buscar mercado para os produtos, uma vez que são fabricados com leite de cabra e não é tão fácil encontr4ar no mercado.

A secretária de desenvolvimento econômico do município, Mila Nóbrega, destacou a valorização do espaço oferecido para o Instituto do Cajueiro para a realização do III Encontro de Negócios e Oportunidades.

Estiveram no encontro agricultores e agricultoras de Patos e regiões do cariri e brejo da Paraíba, por meio de associações e cooperativas com o intuito de abrir mais mercado para a comercialização dos produtos fabricados pelo agricultor familiar.

Matéria completa:

Áudio: Coordecom

Por Coordecom


Mostrar mais
Botão Voltar ao topo