Patos: eleitor aprova João e Bolsonaro e desaprova Ivanes



Patos, conhecida como a Morada do Sol, no Sertão paraibano

A pesquisa encomendada pelo Portal MaisPB/Rede Mais ao Instituto Opinião mostra que a administração do governador da Paraíba, João Azevêdo (Cidadania), é aprovada por 51,8% e reprovada por 26,3% dos dos moradores de Patos, no sertão paraibano. Dos entrevistados, 21,9% disseram que não sabem ou não responderam.

Fonte: Instituto Opinião

A forma como o presidente da República, Jair  Bolsonaro, governa o Brasil merece a aprovação de 51,5% dos patoenses. O estilo de governo de Bolsonaro é desaprovado por 36% dos eleitores do municípios, enquanto 12,5% não souberam ou não quiseram responder sobre a questão.

Fonte: Instituto Opinião

Quarto prefeito de Patos, depois de afastamentos, tumultos e renúncias, Ivanes Lacerda (Republicanos) é o substituto que mais tempo está no cargo, sem renunciar, desde quando a Justiça afastou o prefeito Dinaldo Filho (hoje no MDB).

A gestão do prefeito interino é desaprovada por 64,3% dos entrevistados pelo Instituto Opinião, enquanto outros 21,8% dos moradores aprovam a forma como Lacerda vem governando Patos, em meio a quase quatro anos de instabilidade político-administrativa. Outros 13,9% não quiseram ou não souberam responder.

Fonte: Instituto Opinião

Dados Técnicos

A pesquisa do Instituto Opinião, realizada em parceria com o Portal MaisPB/RedeMais, ouviu 400 eleitores de Patos, durante os últimos dias 16 e 17, e foi registrada na Justiça Eleitoral sob o protocolo PB-03087/2020.

As entrevistas foram realizadas nas seguintes localidades: Alto da Tubiba, Bairro dos Estados, Bela
Vista, Belo Horizonte, Bivar Olinto, Brasília, Centro, Distrito Santa Gertrudes, Jardim Guanabara, Jardim Queiroz, Jatobá, José Mariz, Juá Doce, Liberdade, Maternidade, Monte Castelo, Morro, Mucambo de Baixo, Mucambo de Cima, Mutirão, Noé Trajano, Novo Horizonte, Placas, Salgadinho, Santa Clara, Santo Antônio, São Sebastião, Sete Casas, Vila Cavalcante, Vila Teimosa e Vitória.

O intervalo de confiança estimado para a pesquisa é de 95%, com margem de erro estimada em 4,9 pontos percentuais para mais ou para menos sobre os resultados encontrados no total da amostra.

MaisPB