Patoense acusado de matar garota de programa é condenado a 14 anos de prisão



Foi condenado a 14 anos e 6 meses de prisão o acusado de ter matado a garota de programa Natália Clementino, de 25 anos, em João Pessoa no ano de 2013. O julgamento de Jônatas Linhares Santana ocorreu nesta quarta-feira (17), no 2º Tribunal do Júri de João Pessoa, no Fórum Criminal localizado na Rua João Machado, no Centro da capital paraibana. .

O réu foi preso em 2013 pelo assassinato da garota conhecida como “Alycia”. Ela foi encontrada morta dentro de um veículo, no dia 31 de maio de 2013, nas proximidades de um supermercado, próximo ao Retão de Manaíra, na divisa entre os municípios de João Pessoa e Cabedelo, área metropolitana da Capital.

O julgamento havia sido adiado por duas vezes antes de ser finalmente concluído após pedidos do advogado do réu. Em um dos pedidos, no dia 9 de outubro, o advogado apresentou laudo médico indicando a necessidade do adiamento, já que o acusado estaria em tratamento clínico no Hospital Edson Ramalho, em João Pessoa.

 

Do G1/PB