BrasilPolitica

Paraibano Marcelo Queiroga é cotado como secretário de Saúde de São Paulo, no governo Tarcísio de Freitas

O paraibano Queiroga durou mais de um ano como ministro e foi um dos únicos que mais tempo seguiu ao lado de Jair Bolsonaro.

ÓTICAS GUIMARÃES

O governador eleito e ex-ministro da Infraestrutura do governo do presidente Jair Bolsonaro, Tarcísio de Freitas, terá que arbitrar uma disputa de caciques que querem indicar o futuro secretário de Saúde de São Paulo. Como apurado pelo ClickPB, a coluna de Lauro Jardim trouxe a discussão à tona nesta sexta-feira (18). 

O impasse se dá com Gilberto Kassab querendo o deputado Eleuses Paiva no cargo e Valdemar Costa Neto, presidente do PL, pressionando para nomear o médico paraibano, ministro da Saúde, Marcelo Queiroga, um símbolo do governo Bolsonaro.

Marcelo Queiroga completou 1 ano no cargo de ministro da Saúde em março desse ano. Ele tomou posse no mês mais letal da covid-19 quando 81.253 pessoas morreram por causa da doença em março de 2021. 

O paraibano Queiroga foi um dos únicos ministros que durou mais tempo ao lado de Jair Bolsonaro. A gestão do presidente que enfrentou a pandemia da Covid-19 teve quatro substituições de ministros da saúde devido a impasses com o gestor. 

Queiroga substituiu o general Eduardo Pazuello que não tinha carreira médica e estava desgastado por sua atuação durante a pandemia, com a demora para a compra de vacinas e a falta de oxigênio em Manaus (AM). O paraibano foi escolhido pelo presidente que procurava um nome técnico para assumir a pasta, mas que também fosse alinhado ao seu discurso. 

O cardiologista apoiador do presidente Jair Bolsonaro (PL) conseguiu se equilibrar entre as posições da comunidade científica e as opiniões de Bolsonaro que contrariavam medidas de combate à covid-19 defendidas por especialistas, como as máscaras e a vacinação.

Fonte: ClickPB


Mostrar mais
Botão Voltar ao topo