Regional

Paraíba pode ficar sem gás de cozinha devido as paralisações nas estradas. Produto está escasso em outros estados do país

ÓTICAS GUIMARÃES

A ANP (Agência Nacional do Petróleo, Gás Natural e Biocombustíveis) confirmou nesta quinta-feira, o risco de desabastecimento de combustíveis e gás de cozinha em todo o Brasil devido aos bloqueios nas rodovias.

Na Paraíba, os revendedores de gás de cozinha estão preocupados com a possível falta do produto e já estão racionando as vendas para os consumidores, uma vez que há um grande risco de faltar gás até o final desse mês. “Estamos recebendo metade do gás habitual. Não está faltando ainda, mas esse problema tende a se agravar”, explicou o presidente do Sindicato dos Revendedores de Gás na Paraíba (Siregás), Marcos Antônio Bezerra.

O sindicalista acredita que esse problema irá persistir até o final do mês, e que se isso acontecer, vai faltar gás para a população paraibana, pois os revendedores do estado só estão conseguindo comprar metade da quantidade que compram para reabastecer o estoque.

Alguns estados a exemplo da Bahia, a população já não encontra mais o produto empelo menos metade dos estabelecimentos especializados. Nos estados do Piauí, Mato Grosso do Sul e Distrito Federal, os comerciantes já estão com grande dificuldade de repor os estoque e o desabastecimento já é uma realidade. 

O produto é refinado a partir do Gás Natural Liquefeito (GNL). Quase todo o volume desse gás consumido no país é importado, sendo que os principais fornecedores para o Brasil são Argentina e Bolívia.


Por Genival Junior – Patosonline.com

Com informações de Clickpb


Mostrar mais
Botão Voltar ao topo