Para 56%, Moro deve ser candidato ao Planalto em 2022 – veja pesquisa



A saída bombástica de Sergio Moro do governo de Jair Bolsonaro liberou o caminho do ex-ministro na corrida presidencial de 2022. Moro rompeu com Bolsonaro após revelar pressões do presidente para interferir em investigações da Polícia Federal de modo a proteger aliados investigados em inquéritos do Supremo Tribunal Federal.

Sua demissão antecipou o debate eleitoral para os brasileiros, como mostra levantamento nacional do Instituto Paraná Pesquisas.

Entre sábado e domingo, o instituto ouviu 2.650 brasileiros espalhados pelas 27 unidades da federação. Fez uma pergunta direta: “Sergio Moro deve ser candidato a presidente em 2022?”

Para 56,3% dos entrevistados, Moro deve, sim, disputar o Planalto. Já 36,6% dos entrevistados – provavelmente a mistura de petistas e bolsonaristas – disseram que ele não deveria entrar na política. 7,1% não opinaram.

O instituto também perguntou se Bolsonaro sofre prejuízos políticos com a saída de Moro do governo. Os mesmos 56% responderam que o presidente “perde muito” com a saída do ministro contra 22% que responderam que ele “perde pouco” e 18,6%, que Bolsonaro “não perde nada”. 3% não opinaram.

Veja.com.br




Em cumprimento à Legislação Eleitoral, o Portal Patosonline.com não publicará os comentários dos leitores. O espaço para a interação com o público voltará a ser aberto logo que as eleições de 2020 se encerrarem.