Regional

Pais e alunos reclamam que Escola Estadual Trajano Pires da Nóbrega, em Condado, está sem professor de Língua Portuguesa

A reportagem do Patosonline.com conversou com a diretora da escola, Wênia Vertich Formiga Leite Barbosa

ÓTICAS GUIMARÃES

A reportagem do Patosonline.com recebeu diversas denúncias de pais e alunos da Escola Estadual Trajano Pires da Nóbrega, em Condado, que está sem professores desde o começo do ano letivo de 2021. Segundo os denunciantes, os alunos sequer fizeram provas e atividades avaliativas e que já repassaram a situação para o governador João Azevêdo e as gerências de educação locais.

“Os alunos estão sendo prejudicados, eles estão tendo aulas com outros professores, mas não estão sendo avaliados, estão sem notas, sem frequência, aulas vagas o tempo todo. Eu sou mãe, e sei que isso vai prejudicar muito, fizemos de tudo, mas nada foi resolvido. Solicitamos através de ofício, alegam que vão contratar, mas até agora nada. E os alunos vão ficar como?”, questionou uma das mães.

A redação também ouviu uma aluna, que não quis se identificar, e ela afirmou que está se prejudicada com a ausência de um professor específico para sua turma.

“Sou aluna da rede Estadual ECI Dr. Trajano Pires da Nóbrega, aqui na cidade de Condado, e estou sendo prejudicada, já estamos no segundo semestre com a falta de um professor de Língua Portuguesa desde o começo do ano. Além disso, outras escolas já entraram com ação no Ministério Público e o governador da Paraíba não se pronuncia”, lamentou a aluna.

A reportagem do Patosonline.com conversou com a diretora da escola, Wênia Vertich Formiga Leite Barbosa, que confirmou a informação da falta de professores, mas negou que os alunos tenham sido prejudicados, pois segundo ela as aulas seguiram sem interrupção durante o período, de forma remota e unificada entre as turmas.

“Estamos com a falta de um professor de Língua Portuguesa, mas escola já solicitou à 13ª Gerência Regional de Educação a contratação de um professor para a vaga. As aulas que estão sem professor titular é uma turma do 2º ano, mas temos uma professora que também tem aulas no 2º e, em acordo, ela dá aula a todos os alunos. Não acontece o registro da aula e das avaliações, mas nós estamos armazenando tudo em uma planilha para repor quando o professor titular assumir a vaga. Os alunos participam do mesmo jeito que os demais alunos de outras séries”, explicou.

A diretora destacou ainda que a escola recebeu uma série de melhorias nas dependências esta semana, a exemplo de uma subestação de energia para evitar quedas ou curtos e melhorou a organização para receber os alunos no retorno às aulas em breve.

Patosonline.com


Mostrar mais
Botão Voltar ao topo