• Dra Milena
Gerais

Pai procura Patosonline e cobra agilidade da justiça com relação a medida protetiva para sua filha menor de idade, que supostamente estaria em risco. VÍDEO

ÓTICAS GUIMARÃES

Na manhã desta segunda-feira, dia 15 de agosto, a redação do Patosonline.com foi procurada pelo senhor Eduardo Andre Campos, que fez o relato sobre uma situação envolvendo sua filha, uma adolescente de 11 anos, que estaria em risco, e cobrou celeridade da justiça paraibana com relação ao caso.

Eduardo é natural do estado do Rio de Janeiro, mas reside atualmente em Natal, no Rio Grande do Norte. Há 9 (nove) anos, ele se separou de sua ex-esposa, com quem teve essa filha e desde então a criança passou a morar com a mãe.

A mesma (mãe) vive com outro companheiro na cidade de Olho d’Água, no Vale do Piancó, Sertão paraibano, e segundo relatou o pai, Eduardo, no mês de maio, ao pegar o aparelho celular da menina, escutou áudios onde o atual companheiro de sua ex-esposa proferiu ofensas verbais, com palavras de baixo calão contra a criança e também contra ele (o pai).

Segundo Eduardo, a filha estaria com medo de retornar para o convívio da mãe após as agressões verbais, que teriam evoluído para agressões físicas, por parte do homem.

Preocupado, no mês de maio ele procurou a Delegacia de Polícia Civil da cidade de Piancó, onde emitiu um termo de declaração solicitando da Autoridade Policial uma medida protetiva para que o companheiro de sua ex-esposa não se aproxime da criança.

Eduardo também foi até a sede da Promotoria de Justiça Cumulativa de Piancó, onde também emitiu um termo de declaração requerendo ações protetivas cabíveis por parte das autoridades, e procurou também o Conselho Tutelar da cidade.

Porém, passados quase dois meses, nada foi feito até o momento e o pai encontra-se angustiado e apreensivo com a situação vivida pela filha: “Eu preciso de justiça, é a minha filha, é a integridade física e psicológica dela que está em risco, a vida dela. Antes que aconteça uma tragédia. A medida protetiva tem que ser decretada, esse cara tem que ser afastado da minha filha imediatamente. Cadê os direitos da minha filha que estão sendo violados, cadê os meus direitos como pai”, relatou Eduardo.

A redação do Patosonline.com deixa o espaço aberto para as partes citadas e envolvidas no caso se pronunciarem.

Veja abaixo o vídeo onde Eduardo faz o desabafo sobre a situação:

Matéria por Patosonline.com


Mostrar mais
Botão Voltar ao topo