Locais

Pai de aluna da ECIT Dr. Dionísio da Costa, em Patos, volta a cobrar reforma de muro da escola; gerente regional diz que obras já tiveram início no local. OUÇA

ÓTICAS GUIMARÃES

Na manhã de ontem, segunda-feira (16), nossa equipe voltou a ser procurada pelo pai de uma aluna, que preferiu não se identificar, cobrando novamente a reforma do muro da Escola Cidadão Integral Técnica Dr. Dionísio da Costa, o popular Premen, localizada no bairro do Salgadinho, aqui em Patos.

No último dia 26 de dezembro, o mesmo havia nos procurado informando que o muro da escola estava aberto há mais de 3 (três) meses e apenas alguns galhos de árvores faziam o isolamento do local. Ele se disse preocupado, já que sua filha irá estudar na referida escola no ano letivo de 2023, e cobrava a reforma.

Já na noite de ontem (16), o internauta informou que havia uma empresa contratada pelo Estado realizando serviços no local há cerca de 15 dias, mas sem fechar a parte do muro que estava em aberto.

“Tem uma empresa contratada pelo Estado que está fazendo algum serviço no colégio. Faz uns 15 dias que derrubaram mais o muro e ainda nada dessa empresa levantar esse muro, porque eu vi que são mais de 9 pessoas que estão lá, não sei oque estão fazendo, mas o muro que é bom nada ainda. Isso é um descaso com o dinheiro público e com a educação, e a diretora não faz nada”, relatou.

Sobre o assunto, nossa equipe entrou em contato com a gerente da 6ª Gerência Regional de Ensino, com sede em Patos, Genilúcia Medeiros, e a mesma informou que as obras já tiveram início com a empresa Engepac Construções.

Genilúcia disse que a empresa deu início aos trabalhos no dia 28 de dezembro, começando pela parte que fica na lateral do muro, sendo realizado um trabalho interno, e nesta semana estão cavando na parede interna para ser colocada a parte de ferragem com as colunas, e abriram um pouco mais o muro devido a uma parede que apresentava problemas.

“Desde o dia 28 de dezembro que a empresa está dentro da Escola Premen fazendo os serviços, e agora a conclusão do muro, porque não era só completar, teria que fazer todo um trabalho interno pra poder dar segurança e que não venha cair novamente”, disse Genilúcia.

Ouça mais detalhes no áudio abaixo:

Genilúcia Medeiros – Áudio: Patosonline.com

Por Patosonline.com


Mostrar mais
Botão Voltar ao topo