Pagamentos de funcionários e de fornecedores depende de aprovação de remanejamento orçamentário pela Câmara Municipal de Patos



A mesma dificuldade que foi relatada pelo vereador Sales Júnior (PRB), quando de sua rápida passagem como prefeito interino de Patos, em relação ao pedido feito para que a Câmara Municipal dos Vereadores aprove pedido de remanejamento orçamentário para que o poder executivo faça pagamento de funcionários e fornecedores, deve ser um desafio do também prefeito interino Ivanes Lacerda (MDB).

Após reunião com o setor de finanças na manhã desta quarta-feira, dia 28, o prefeito interino Ivanes Lacerda tomou ciência dos recursos para pagamento da folha de pessoal, fornecedores, além de despesas corriqueiras da Prefeitura Municipal de Patos, porém, que dependem da aprovação dos vereadores para evitar as chamadas “pedaladas”.

Ocorre que existem recursos, mas que só podem ser remanejados pelo poder executivo quando aprovado devidamente pelo poder legislativo através dos vereadores na Câmara Municipal de Patos.

O pedido de remanejamento foi feito pelo interino Sales Júnior e ainda aguarda a aprovação há vários dias, no entanto, os vereadores não se posicionam para aprovar ou rejeitar o pedido do prefeito interino.

Ivanes Lacerda deve enfrentar problemas imediatamente para pagar a folha de pagamento do mês de agosto e aos fornecedores caso a Câmara Municipal de Patos continue sem se posicionar em votação.



Jozivan Antero – Patosonline.com