Padastro preso no Vale do Piancó acusado de estuprar enteada gravava as cenas no aparelho celular



Polícia Civil, através da Delegacia Municipal de Coremas/PB, em conjunto com o Grupo Tático Especial da 17 º Delegacia Seccional de Polícia Civil de Itaporanga deflagrou a operação “Inocência Roubada” e prendeu um homem acusado de estupro de, vulnerável praticado contra uma menor de idade. A prisão ocorreu no último dia 6, por força de um mandado de prisão preventiva, expedido pela Comarca de Coremas.

De acordo com informações do delegado seccional, Carlos Seabra, a Polícia Civil tomou conhecimento de que o suspeito havia estuprado sua enteada. Segundo o delegado, a denúncia foi feita pela mãe da vítima, então companheira do acusado. A mulher descobriu os estupros depois de ter acesso a uns vídeos, gravados pelo próprio acusado, onde ele aparecia tendo relações sexuais com a menor.

De posse desses vídeos, a mãe da vítima a levou, juntamente com o material até a delegacia.  No seu depoimento, segundo o delegado, a criança revelou que os estupros vinham ocorrendo desde o ano de 2017, quando ela tinha 11 anos. Segundo a vítima, os estupros eram de forma contínua. Sempre que sua mãe saia de casa o padrasto lhe estuprava. Durante os atos, o homem gravava os vídeos no celular, ordenando que a criança sorrisse para os vídeos. A vítima disse ainda para a polícia que quando chorava o padrasto apagava o vídeo e a obrigava a gravar de novo.

Ainda de acordo com o delegado, Carlos Seabra,  a criança ainda revelou que o padrasto lhe ameaçava, dizendo que mataria sua mãe ou qualquer outra pessoa a quem ela contasse.

Depois de preso o acusado foi levado para a Delegacia de Polícia Civil de Coremas, onde ficará à disposição da justiça local.

“Os nomes da vítima ou seus familiares foram preservado pelas autoridades, enquanto o nome do acusado não poderá ser divulgado por determinação da Lei de Abuso de Autoridade”, explicou o delegado, que acrescentou: “Polícia Civil da Paraíba, investigação efetiva, sociedade protegida”, finalizou.

Vale do Piancó Notícias




Em cumprimento à Legislação Eleitoral, o Portal Patosonline.com não publicará os comentários dos leitores. O espaço para a interação com o público voltará a ser aberto logo que as eleições de 2020 se encerrarem.