Policial

Ouça aqui: Delegado fala sobre operação que prendeu 11 pessoas em Patos

 

Durante uma operação denominada "Fim de Linha" as polícias Civil e Militar prenderam na tarde desta quarta-feira (20), 11 pessoas, e apreenderam 3 menores, todos eles acusados de associação ao tráfico de drogas em Patos.

Durante a operação onde participaram cerca de 45 policiais civis e militares foram cumpridos 11 de 18 mandados de busca e apreensão na localidade conhecida por Baixo Meretrício.

Foram presos através de prisão temporária: Ana Carla de Araújo Quirino Soares, 24 anos, conhecida como ‘Nêga’, Maria Joelma da Silva Monteiro conhecida como ‘Boneca’, Alexsandra de Araújo Quirino conhecida como ‘Buiú’, Kaliane Maria de Araújo, Ritailde Pereira Soares, Francisco Lázaro Alves da Silva, 24 anos conhecido como ‘Pintinho’, José Tracisio Pereira, 31 anos, Joseilson Jorge da Silva, 20 anos conhecido como ‘Cebolinha’, Francilene Fernades dos Santos, 28 anos, Abedenego da Silva Araújo, 21 anos conhecido como ‘Pilim’, Carlos Alexandre de Araújo, 30 anos conhecido como ‘Tochinha’, Francinaldo Alves da Silva, 22 anos conhecido como Peba, além de três menores apreendidos.

Na casa de "Pintinho", a polícia encontrou 200 pedras de crack, cerca de 300g de cocaína, além de 3 celulares e 77 reais em dinheiro. Foi apreendido ainda DVDs piratas, e computadores utilizados na gravação de CDs e DVDs.

A Operação iniciou após a polícia receber mais de 20 cartas-denúncias onde constavam informações da movimentação do tráfico na localidade. Foram cerca de 2 meses de investigações.

Segundo o delegado Regional Cristiano de Araújo Jacques, através de filmagens a polícia pode constatar que existiam dois horários de pico de venda da droga, das 11h30 às 13h e das 16h às 18h, os menores serviam de aviões, enquanto que as mulheres eram usadas como vendedoras para driblar os olhares da Polícia, e ‘Pintinho’’ comandava a distribuição da droga.

O delegado revelou ainda que o local apesar de bastante usado para o tráfico, e que foi de fundamental importância as denuncias da população. "É uma parceria que queremos estreitar cada vez mais, pois está na hora de darmos um basta nesse mal. E só a população pode ajudar as polícias a colocar esses bandidos na cadeia", disse.

Ouça o delegado falando sobre a operação 

O comandante da Polícia Militar em Patos, coronel José de Almeida Rosas, destacou o trabalho conjunto das duas polícias ressaltando que as investigações devem continuar a fim de prender mais pessoas envolvidas.

Assim como o Delegado Cristiano, ele disse ainda que a população foi de fundamental importância para o sucesso da operação através das denúncias. Segundo o coronel, mais localidades deverão ser investigadas para descobrir pontos de ramificação grupo preso nesta quarta. 

Ouça o coronel Almeida falando sobre a operação 

Confira as fotos:

"polícias

 "polícias

 "Material

 

 

Higo de Figueirêdo – Radioespinharas.com.br

Fotos: Mário Frade – Portalpatos

Mostrar mais
Botão Voltar ao topo
close