Politica

Oposição ameaça entrar na Justiça contra reeleição de Marcos Eduardo

Somente com o início do primeiro período legislativo de 2010, será possível calcular os desfechos da reeleição do vereador Marcos Eduardo (foto), que garantiu, no último sábado, a sua quarta presidência consecutiva na Câmara Municipal de Patos, meses depois de garantir que não disputaria mais o referido cargo e, inclusive, haver ameaçado um rompimento com o prefeito Nabor Wanderley, integrante do seu atual partido o PMDB.

Muitos foram os desentendimentos do atual dirigente da Casa Legislativa com o então líder do prefeito, vereador José Mota Victor, que já assumiu como licenciado a Secretaria de educação e hoje tem sua esposa como titular da Ação Social.

Diante das circunstâncias vislumbradas, o prefeito Nabor Wanderley, reuniu a sua bancada, incluindo Marcos e Zé Mota, na última terça-feira e mesmo com a discordância do segundo, que chegou a se retirar do encontro, fechou apoio em torno da reeleição do primeiro, o que se confirmou no último dia 02, apenas com a modificação de um dos cargos, o de vice-presidente, que havia sido acordado para o vereador Raniere Ramalho, irmão do vice-prefeito que também é o atual líder e acabou sendo destinado ao representante do PT Edileudo Lucena.

O mais intrigante do episódio é que o vereador Zé Mota acabou se juntando a oposição e participando na condição de candidato a 1º Secretário, da chapa encabeçada por Ivanes Lacerda (PSDB), que contava ainda com os vereadores Edmilson Araújo e Almir Mineral.

Os quatro, porém, não compareceram a sessão especial de eleição, manifestando a disposição de entrar na justiça contra o resultado de 7 a 0 em favor de Marcos Eduardo. Aliás, Ivanes chegou a fazer um Boletim de Ocorrências na Delegacia de Polícia, alegando que a chapa situacionista "Unidos por Patos, não havia sido registrada dentro do prazo, fato que foi questionado com a apresentação de uma certidão pela funcionária do protocolo da Câmara, com pedido de que fosse constado em ata.

A Mesa Diretora da Câmara Municipal no período de 2011 a 2012 terá a seguinte composição: Presidente  Marcos Eduardo, Vice-Presidente  Edileudo Lucena, 1º Secretário  Sales Júnior, 2º Secretário  Raniere Ramalho, 3º Secretário  Maria José (Peteca).

No seu discurso, logo após a eleição, o presidente Marcos Eduardo, agradeceu de modo especial ao prefeito Nabor Wanderley, Vice-Prefeito Ivânio Ramalho, deputada estadual Francisca Motta e manifestou confiança na reintegração do bloco na Casa Juvenal Lúcio de Sousa, com o retorno do vereador José Mota Victor, mostrando como justificativa para tal procedimento o objetivo comum em reeleger o governador José Maranhão.

Damião Lucena 

Mostrar mais
Botão Voltar ao topo
close