Operação Lei Seca autua 57 condutores embriagados, apreende 52 CNH’s e recolhe 13 veículos no Carnaval



Durante a Operação Lei Seca, o Departamento Estadual de Trânsito (Detran-PB) notificou 57 motoristas por dirigir sob efeito de álcool no Carnaval de 2020. Os números foram divulgados nesta quarta-feira (26) pela Coordenação de Policiamento e Fiscalização de Trânsito do órgão.

As equipes realizaram 798 testes de bafômetro, apreenderam 52 carteiras de habilitação (CNHs) e recolheram 13 veículos aos pátios do órgão. A operação ainda autuou 80 condutores em flagrante pela prática de outras infrações ao Código de Trânsito Brasileiro (CTB).

A Operação Lei Seca teve ações intensificadas desde a segunda quinzena de dezembro até fevereiro de 2020, quando ocorre a estação mais quente do ano, o verão. A época coincidiu com as férias escolares e o carnaval, quando é registrado um aumento significativo de veículos circulando em todo o Estado, sobretudo nos munícipios litorâneos.

Efetivo

Quarenta e cinco profissionais foram responsáveis pelas ações. Esse efetivo foi composto por três equipes, cada uma com 12 agentes de trânsito e três policiais militares, que atuaram nas fiscalizações de trânsito com o auxílio dos seguintes equipamentos: 14 etilômetros (bafômetros), 50 talonários eletrônicos, dois redutores de velocidade móveis, duas camas de faquir, 20 cones de sinalização e duas barreiras de sinalização retrátil. Nas ações foram empregadas nove viaturas, entre elas dois reboques.

Segundo o major Edmilson Castro, coordenador da Lei Seca no Estado, as fiscalizações tiveram o objetivo de coibir os abusos praticados por muitos condutores que ainda insistem em desobedecer às leis de trânsito, principalmente no que se refere às infrações relacionadas à embriaguez ao volante. “Com as ações da Operação Lei Seca durante o Carnaval, certamente muitos acidentes foram evitados e muitas vidas foram preservadas no trânsito do nosso Estado”, afirmou major Castro.

Clickpb