O futuro político do juiz Ramonilson Alves. Por Genival Junior



Embora sem conseguir chegar a condição de prefeito de Patos no dia 15 de novembro, alguns comentários já surgem no meio político de Patos, sobre quel será o futuro político do juiz Ramonilson Alves, na capital do Sertão.

Diante do resultado das urnas, Ramonilson representou o sentimento de pelo menos 20.280 eleitores de Patos, que não se sentiram confortáveis em confirar um terceiro mandato a Nabor Wanderley e a seu grupo político, que desde 2004, quando o mesmo Nabor foi eleito em Patos pela primeira vez, só ficou sem governar o município durante doia anos e quatrro meses, tempo das gestões de Dinaldinho e Bonifácio. 

No entanto, surgem as indagações: Ramonilson continuará na política? Vai esperar 2024 para tentar ser prefeito novamente? ou vai se candidatar a deputado em 2022, por exemplo?

Antes mesmo que o juis Ramonilson dê uma resposta categórica a esses fatos, algums configurações já podem ser colocadas diante da compreensão do eleitorado, que aguarda com paciencia o passar do tempo para ter um posicionamento definitivo do juiz.

Com o momento de baixa do prefeito afastado Dinaldo Filho e o antigo grupo político de Dinaldinho, abre-se uma lacuna muito forte que poderá vir a ser ocupara por Ramonilson ou qualquer outro nome que se configure no agrado popular pensando em 2022, uma vez que existe uma propensão a renovas nomes que caíram np descrédito perante o eleitorado patoense nos últimos anos.

A saída de Nabor para assumir a condição de prefeito, a necessidade de avaliar o mandato atual de Dr. Érico e uma possivel tentativa de ressurgimento de Dinaldinho em 2024, faz com que Ramonilson tenha a necessidade de assumir a condição de protagonista das oposições em Patos, para não deixar vair o capital eleitoral conquistado nas urnas no último dia 15. 

Para isso, se fará necessário a ampliação do seu grupo de apoiadores, além de um planejamento que possa resultar na estruturação de um novo projeto, para evitar que a sua atual condição de protagonista no cenário político de Patos possa ser ocupada por políticos profissionais, e que já estão ficando ultrapassados pela preferência popular.

Por isso, concluo dizendo que esperar para 2024 certamente não será um bom negócio para o juiz Ramonilson, em função de que a dinâmica da poçlítica exige atitudes pontuais e bem tomadas, para evitar que as mesams sejam tomadas no momento inoportuno. No mais, contnuaremos agurdando o desfecho dos fatos.

Por Genival Junior