Número de candidatos a prefeito de Patos esse ano deverá ser o maior da história



Faltando pouco mais de três meses para a realização das convenções partidárias, a eleição municipal de 2020 deverá apresentar o maior número de candidatos a prefeito da história de Patos.

Até o momento, os nomes de Héber Tiburtino, (DC), Ivanes Lacerda, (MDB), Edjane Araújo, (PRTB), Vieirinha e Umberto Joubert, (sem partido), Érico Djan, (Cidadania), Josmá Oliveira, (Patriota), Jacob Souto, (Rede), Lenildo Morais (PT), já foram apresentados como pré-candidatos a prefeito nas eleições de outubro.

Se somados aos nomes do jornalista Jamerson Ferreira (PL), da vereadora Lucinha Peixoto, (PCdoB), do deputado estadual Nabor Wanderley, e do ex-chefe de gabinete Pedro Leitão, (PRB), que também já admitiram a possibilidade de disputar o cargo, teríamos atualmente 13 nomes apresentados ao eleitorado patoense, fato que leva a crer que o número de candidatos a prefeito em 2020 irá superar o registrado nos pleitos de 1992 e de 2016, quando cinco nomes disputaram a condição de chefe do executivo patoense.

Como várias conversações ainda estão em curso, a expectativa nos bastidores da política patoense é que algumas composições devam acontecer até às convenções partidárias, o que provocaria uma diminuição no número de candidatos a prefeito na Capital do Sertão.

O fato curioso é que se com a prefeitura “quebrada”, deveremos ter o maior número de candidatos a prefeito na história de Patos, muita gente fica a pensar sobre como estaria a disputa se ela estivesse “nadando em dinheiro”.

Por Genival Junior – Patosonline.com

WP2Social Auto Publish Powered By : XYZScripts.com