Nove municípios paraibanos receberão 40 respiradores para tratamento da covid-19

Municípios paraibanos receberão 40 respiradores para tratamento da covid-19. (Foto: Divulgação/Ministério da Saúde)



Do total de equipamentos, 20 são respiradores para leitos de Unidade de Terapia Intensiva (UTI) e 20 respiradores móveis para transportes de pacientes.

Nove municípios paraibanos irão receber 40 respiradores pulmonares do Ministério da Saúde para tratamento da covid-19. Do total de equipamentos, 20 são respiradores para leitos de Unidade de Terapia Intensiva (UTI) e 20 respiradores móveis para transportes de pacientes. O pedido foi feito pelo deputado paraibano Efraim Filho, que é líder dos Democratas e coordenador da bancada federal paraibana, após audiência com o Ministério da Saúde.

Os respiradores irão para os hospitais municipais de nove cidades e deve chegar ainda esta semana. João Pessoa receberá 10 unidades para leitos de UTI, Campina Grande também será contemplada com 10 equipamentos (05 para UTI e 05 móveis) e Cabedelo receberá 5 respiradores para leitos de UTI. 

Já as cidades menores serão contempladas com respiradores móveis. São elas, Bananeiras com 4 unidades, Alhandra com 3, São Mamede, São Bento, Caaporã e Catolé do Rocha, cada uma com 2 unidades. O deputado federal Efraim Filho agradeceu ao Ministro da Saúde ,Eduardo Pazuello, e o presidente, Jair Bolsonaro. “Inclusive cidades que possuem hospitais municipais e estavam desassistidas e agora ganham essa segurança para cuidar do seu povo e também reforçar a ajuda a toda a região”, frisou.

Efraim Filho ainda informou que entrou em contato com o governador da Paraíba e o secretário de Saúde, “mas fui informado que os órgãos de saúde do Estado referenciados para o covid-19 já dispunham dos respiradores necessários para estas ações. Espero continuar atendendo e chegar a outras cidades que precisam proteger a saúde dos seus cidadãos”, finalizou.

Click PB




Em cumprimento à Legislação Eleitoral, o Portal Patosonline.com não publicará os comentários dos leitores. O espaço para a interação com o público voltará a ser aberto logo que as eleições de 2020 se encerrarem.