Quando assumiu, de forma interina a Prefeitura Municipal de Patos em agosto de 2018, após o afastamento do prefeito Dinaldinho (PSDB), o então prefeito Bonifácio Rocha convocou a imprensa, e disse que precisava cortar gastos e enxugar a máquina pública. Pouco mais de sete (7) meses depois, Rocha não aguentou a pressão e resolveu renunciar o cargo. O presidente da Câmara Municipal, Vereador Sales Júnior (PRB), assume a Cadeira de Prefeito de Patos, e vai pelo mesmo discurso.

Na semana passada, em entrevista concedida ao jornalista Adilton Dias, Sales disse que a prioridade é cortar gastos e enxugar a máquina.

Fica a pergunta: Enxugar mais, cortar mais, ou Bonifácio Rocha não teria cortado e enxugado o suficiente?

Escute a entrevista do prefeito interino concedida ao jornalista Adilton Dias:

 


Patosonline.com

Áudio – Adilton Dias (colaborador)