Pinto do Acordeon foi tema principal do São João de Patos, por amor ao forró, em 2015. Ele traz em sua arte a bandeira do nordeste brasileiro e os costumes do sertão. Francisco Ferreira Lima, mais conhecido como Pinto do Acordeon tem passado por procedimentos de saúde, sendo o último um cateterismo. 

Ele completou 71 anos no dia 19 de fevereiro e possui um grande legado na história da música brasileira. Gravou seu primeiro LP em 1976 e na atualidade detém em torno de vinte álbuns gravados em seu nome (entre CDs e LPs), já tendo composto músicas para Elba Ramalho, Genival Lacerda, Dominguinhos, Fagner, Os 3 do Nordeste e Trio Nordestino. Um de seus sucessos, “Neném Mulher”, ficou consagrada na voz de Elba Ramalho e foi tema da telenovela Tieta.

 Em 2008, foi para o Festival de Montreux, Suíça, no qual se apresentou junto com outros artistas brasileiros, entre os quais Gilberto Gil, Elba Ramalho, Milton Nascimento, Chico César, Flávio José, Aleijadinho de Pombal, e Trio Tamanduá.

Em reconhecimento a toda a trajetória do filho de Conceição do Piancó, o vereador patoense Ramon Pantera, apresentou um requerimento na Câmara de Patos solicitando um voto de aplauso dirigido a Pinto, pela passagem de seu aniversário, comemorado em fevereiro.

“Ele vem abrilhantando nosso forró e, por 24 vezes subiu no palco do São João de Patos cantando sucessos de sua autoria, portanto, é agora que devemos prestar nossas homenagens a esse grande paraibano que leva o nome de nosso estado para todo o Brasil e outros países. Parabéns, Pinto do Acordeon, por sua desenvoltura e por ser ferramenta para a nossa cultura”, disse o vereador Ramon.

 

 

Fonte - Acilene Candeia / Patosverdade.com