Providências deverão ser tomadas, com relação aos camelôs e ambulantes que dificultam acesso de correntista na Agência do Bradesco em Patos.

Calçada e porta ocupada com mercadorias, camelôs e ambulante disputando clientes, são cenas frequentes no local.

A Gerência do Bradesco e a Prefeitura Municipal de Patos são coniventes com esse problema.

O risco de assalto e roubo é facilitado, pedestres encontra dificuldade em passar por esta calçada. Enquanto ísso no Camelódromo de Patos, é vendido produtos contrabandeados e pirateados sém nenhum incômodo. Por Lei, estes camelôs deveriam perder seus pontos de vendas, cedendo a vaga para estes ambulantes e camelôs clandestínos.

A Prefeitura Municipal de Patos e o Ministério Público Local, precisam coibir esta prática de ocupação desordenada de Praças, Calçadas, Esquínas, Pontos Comerciais e Bancários de nossa cidade.

Seria bom existir uma secretaria que cuidasse do espaço público. O CDL - Associação Comercial - Câmara Municipal - Síndicato dos Bancários - Imprensa - GIAASP e População, precissam debater esta questão e encontrar a solução. A cidade cresce e a mentalidade dos governantes diminuem.     

Notícia enviada por: Correntista do Bradesco