Após mais de 20 dias internado no Complexo Hospitalar Regional, o jovem Gabriel de Araújo Costa, 22 anos, residente na Rua Santa Luzia, Bairro Belo Horizonte, em Patos, veio a óbito nesta terça-feira, dia 14.

Flávia Lima, mãe de Gabriel de Araújo, disse que via o filho definhando e fazia apelos no Hospital Regional de Patos, porém, as equipes médicas relatavam que estavam fazendo o que estava ao alcance diante do quadro de saúde do jovem. A mãe lamentava, mas não havia condições financeiras para um tratamento que salvasse o filho.

“Via meu filho ficando pior a cada dia. Pedia para que fizessem algo, transferissem ele, não deixasse daquele jeito! Deixaram meu filho morrer à mingua e apenas ontem (segunda-feira, dia 13) foram fazer uma traqueostomia! Mas já era tarde demais”, relatou Flávia.

Gabriel de Araújo, de acordo com a mãe, teve pneumonia hospitalar e isso agravou ainda mais o quadro respiratório do jovem. Flávia Lima chegou a gravar um vídeo para mostrar a situação do seu filho e a preocupação diante do descaso no Hospital Regional de Patos.

Gabriel de Araújo Costa será sepultado na manhã desta quarta-feira, dia 15, às 08h00, no Cemitério Santo Antônio, Bairro Monte Castelo, em Patos. O féretro está sendo velado na Rua Santa Luzia, na residência da família.

Funcionários estão denunciando que no Complexo Hospitalar Regional faltam insumos, muitos medicamentos essenciais e até Equipamentos de Proteção Individual (EPI), além problemas no equipamento de radiografia. Macas quebradas, falta de vestuário adequado para as equipes do centro cirúrgico, salários atrasados, problemas na lavagem de roupas, dentre outros problemas.

A reportagem tentou contato com a direção do Complexo Hospitalar Regional, no entanto, não obteve êxito.

 

 

Jozivan Antero – Patosonline.com