A empresa Translider, que presta serviços à prefeitura de Patos, quanto ao transporte de estudantes da rede municipal de ensino, encaminhou nota à imprensa esclarecendo o episódio que paralisou, temporariamente, os serviços de algumas rotas, no turno da manhã desta quinta-feira (12), em virtude de um erro bancário que atrasou o pagamento dos motoristas. Na mesma nota, a empresa Translider lamenta que alguns setores da comunicação local, sem ouvir qualquer funcionário do seu corpo administrativo, tenham associado o episódio a falta de repasse por parte da prefeitura de Patos, o que considerou o fato, meraramente, especulativo. Ao final, a Translider, que é uma empresa de transportes que há 25 anos presta serviços de turismo e freteamento, coloca-se à disposição para qualquer outro esclarecimento. Leia a nota:

Coordecom