Os moradores da Rua Edval Porfírio, localizada no Bairro Monte Castelo, em Patos, estão revoltados com a pavimentação em paralelepípedos que foi realizada pela Secretaria Municipal de Infraestrutura em apenas um trecho de 50 metros da referida rua.

Os cidadãos relatam que a Rua Edval Porfírio estava entre as que deveria ser pavimentada quando a realização de serviços de calçamento e esgotamento sanitário na época do prefeito Nabor Wanderley (MDB). Agora, novamente, o logradouro fica de fora tendo apenas um trecho atendido enquanto a grande extensão não recebe pavimentação.

A cadeirante Fátima Almeida disse que a comunidade está reivindicando que a rua seja calçada na sua maioria e não apenas os 50 metros. Fátima relatou que existe um lajeiro que vem sendo usado como desculpa para não ser realizada a pavimentação, porém, os moradores pedem que seja feito o serviço apenas onde pode ser transitado.

O trabalhador Paulo José também cobra pavimentação na Rua Edval Porfírio. De acordo com ele, a rua está como pavimentada, no entanto, é notório a falta do serviço. Paulo também se queixa do pagamento da taxa de esgoto mesmo quando o sistema não é utilizado.

Em contato com o secretário de Infraestrutura do Município de Patos, o engenheiro Antônio Carlos, o Lito, a reportagem foi informada que a Rua Edval Porfírio ainda não foi contemplada com a conclusão e se espera que nos próximos convênios ela seja contemplada.

 

 

Jozivan Antero – Patosonline.com