A noite desta sexta-feira, 29 de agosto, foi marcada pela grande inauguração da Alça Sudeste. Centenas de patoenses prestigiaram a solenidade, que aconteceu na Rua 18 do Forte, no acesso a ponte, localizada no bairro Santo Antônio. 

Autoridades locais, a exemplo de todo secretariado Municipal, vereadores, líderes comunitários, representantes da Polícia Rodoviária Federal, Corpo de Bombeiros e Samu participaram da solenidade, que contou ainda com o representante do Ministério do Turismo, Neusvaldo Lima, do superintendente da Caixa Econômica Federal, Elan Miranda, além dos familiares dos homenageados. 

A Alça Sudeste recebeu o nome de Dr. Nabor Wanderley da Nóbrega, ex-prefeito de Patos (1955-1959), e a ponte que possui 140 metros de cumprimento por 7 metros de largura, recebeu o nome de José Valdevino da Silva (Cazuza), empresário do ramo automotivo em Patos.  

A Prefeita Francisca Motta destacou o crescimento da cidade, diante de uma obra que a projeta para os próximos cinquenta anos. “O sentimento é inexplicável, ver Patos grande, desenvolvida e com estrutura para atender as demandas dos seus filhos no futuro é muito gratificante. A minha alegria em ver esta Alça concluída e a participação da população nesta grande inauguração é imensa,” ressaltou a prefeita. 

O representante do Ministério do Turismo, Neusvaldo Lima, avaliou a execução da obra. “Com muita satisfação estivemos em Patos para testemunhar este momento de alegria da população. A impressão que levo para Brasília é de uma obra bem sucedida, proporcionando um desenvolvimento inestimável para Patos, por estimular a atividade turística, por isso, logo voltaremos a esta cidade, para anunciar novas obras em parceria com a Prefeitura Municipal. A cidade de Patos e os patoenses estão de parabéns,” enfatizou. 

O senhor Carlos Alberto Oliveira, que mora na Rua Rodão Meira, Centro da cidade, ressaltou a importância da obra para os patoenses. “A gente sente um grande avanço, a sensação é de um grande desenvolvimento em tudo e para todos. Acesso melhor e mais rápido ao aeroporto, moradias novas, terminal rodoviário; e as cidades vizinhas terão acesso mais rápido à Capital,” relatou o morador, ao caminhar sobre a ponte.

 

Alça Sudeste

 

A Alça Sudeste é uma das grandes obras estruturantes que projeta o desenvolvimento de Patos para os próximos 50 anos, expandindo a mobilidade urbana e a valorização imobiliária. Um investimento de R$ 5.322.778,18. 

A Prefeitura investiu R$ 450.185, 85 em iluminação LED para todo o percurso. São 97 postes com 104 luminárias. A maior obra de mobilidade urbana da história de Patos liga a zona sul com a zona leste da cidade. 

Um estudo de tráfego realizado pela Superintendência de Trânsito e Transportes de Patos - STTRANS, constata que cerca de 4 mil veículos que vem de toda região da Serra de Teixeira e passam por Patos com destino a Campina Grande, João Pessoa, Cajazeiras, Sousa, Pombal, entre outras, terão a opção de trafegar pela Alça Sudeste, otimizando suas viagens, sem ter que cruzar o Centro da cidade, diminuindo os congestionamentos. 

A Alça Sudeste possui ainda, ao longo de todo o percurso, incluindo a ponte, um calçadão de dois metros de largura, para a prática da caminhada. Com a iluminação LED, as atividades de esporte e lazer poderão ser praticadas também, no período noturno.  

 

Fonte: Ascom PMP