A Igreja de São José, no Município de São José de Espinharas, vem desenvolvendo importante trabalho social com crianças e jovens daquela localidade. As ações pastorais permitem que os jovens possam se manifestar, discutir e vivenciar os fatos do cotidiano da cidade. A Igreja, que assiste espiritualmente 23 comunidades rurais e possui a maior Pastoral da Juventude da Diocese de Patos, como também vem se preparando para transformar-se em paróquia, desenvolve atividades com mais de 70 jovens em três dimensões: a do canto, em que os adolescentes despertam pelo gosto musical, aprendendo a tocar instrumentos adquiridos pela Igreja; dimensão epifania, tendo as temáticas trabalhadas através das artes cênicas (teatro) e a dimensão Angels, voltada para a participação destes nas celebrações eucarísticas.
O grupo Elage (Encontro de Liturgia e Animação Jovem de São José de Espinharas) duas vezes por semana se reúne para discutir os problemas da cidade, temas diversos como drogas, meio ambiente, despertando o jovem para sua responsabilidade como cidadão. O padre Erivaldo Alves (foto) informou ao Garimpando Palavras que o referido grupo organiza campanhas com a comunidade, visando melhorar o dia a dia dos habitantes; realizam eventos comemorativos, o que vem ganhando o reconhecimento na população. Hoje existem em funcionamento em São José de espinharas cerca de 20 pastorais atuando.

Sem recursos

Apesar dessa grande contribuição para o Município, a Igreja de São José vem sofrendo por problemas em sua parte física, e não há recursos para as reformas. Essas dificuldades estão contribuindo para que Pe. Erivaldo busque diálogo com a comunidade católica daquela localidade em busca de soluções para esses problemas. Inclusive a cantora Maria Nordestina, filha daquela terra, que reside em São paulo, mas que se encontra divulgando seu CD na Paraíba, se prontificou a realizar um show no clube de São José de Espinharas, em prol dessa causa, faltando apenas agendar a data.

Marcos Eugênio
Foto:garimpandopalavras