Nomeação de auxiliar de pedreiro para supervisor de comunicação ao custo de R$ 2.400,00 gera discussão em Santana dos Garrotes



Vem gerando muita discussão na cidade de Santana dos Garrotes, sertão paraibano, a nomeação do auxiliar de pedreiro Clerio Marcos Nunes, conhecido popularmente como Clerio Bala, para exercer o cargo de Supervisor de Comunicação na atual gestão do prefeito Zé Paulo.

Clerio Bala foi convocado no ano de 2019, após o prefeito enviar para a Câmara Municipal dos Vereadores um projeto de Lei para a convocação de auxiliares de pedreiros aprovados no último concurso realizado pela prefeitura. Na época, o prefeito justificou o pedido diante da necessidade da mão-de-obra por parte do município de Santana dos Garrotes.

O servidor público permaneceu na função por pouco tempo, sendo espantosamente, convidado pelo prefeito Zé Paulo para exercer cargo de confiança, recebendo um salário acima do teto permitido por lei e incompatível com seu currículo escolar.

Segundo informações dos vereadores, existe uma lei que fixa os salários dos agentes públicos, onde não podem receber mais do que a lei permite, porém, o fato vem se tornando comum diante do desejo do gestor municipal e ignorando a lei.

O Portal da Transparência, do Tribunal de Contas do Estado da Paraíba (TCE/PB), aponta que essa prática é corriqueira por parte do atual prefeito. Fato que pode gerar ação de improbidade administrativa.

Outro fator que demonstra desrespeito à lei é o caso de Clerio Bala está em estágio probatório e não poderia ocupar outra função no Município. O desrespeito à lei e ao dinheiro público vem causando debates nas rodas de conversas e nos grupos de WhatsApp.

Basta uma pesquisa para se perceber que as mudanças no quadro de funcionários vêm sendo constante, mesmo no período de pré-campanha eleitoral e os salários não são condizentes com as funções exercidas por servidores municipais.


Patosonline.com




Em cumprimento à Legislação Eleitoral, o Portal Patosonline.com não publicará os comentários dos leitores. O espaço para a interação com o público voltará a ser aberto logo que as eleições de 2020 se encerrarem.