No Sertão: Prefeita dá ultimato e ameaça confinamento total por conta da covid-19



A Prefeitura de Uiraúna, no Sertão do Estado, deu um ultimato para que a população siga com rigidez as medidas para evitar a propagação do novo coronavírus no município. Caso os moradores descumpram as recomendações sanitárias, será decretado ‘lockdown’ com confinamento total na cidade e toque de recolher.

Segundo o decreto publicado pela prefeita Leninha Rolmão (Progressistas), o comércio terá o horário de funcionamento ampliado, das 7h às 20h, para diluir o fluxo de consumidores.

Bares, restaurantes, espetinhos, lanchonetes, mercados, supermercados, armarinhos, frigoríficos, academias, centros de práticas de atividades físicas, igrejas católicas e evangélicas, e demais estabelecimentos afins, devem seguir o horário de funcionamento já fixado, mantendo todas as normas de segurança, inclusive aferição de temperatura dos clientes, orientando os que apresentarem temperatura corporal elevada a procurarem o serviço de saúde. Também funcionarão com apenas 50% da capacidade do local, havendo o devido distanciamento entre as mesas, devendo cada mesa ser ocupada por no máximo duas pessoas.

Será obrigatório o uso de máscaras, autorizando a retirada apenas quando sentados à mesa de estabelecimentos, devendo estas estarem dispostas obrigatoriamente a uma distância mínima de 1,5 metros umas das outras e estarem servidas de recipiente com álcool a 70% para higienização das mãos.

As aulas seguem suspensas nas redes privada e pública de ensino, podendo acontecer de forma online.

Realizações de shows em bares, lanchonetes, restaurantes e casas de festas seguem proibidas, assim como a realização de eventos públicos ou privados em ambientes abertos e fechados que gerem aglomerações.

Essas medidas terão vigência até 10 de março, podendo serem prorrogadas ou revogadas diante da evolução do quadro da pandemia e o impacto no sistema de saúde.

MaisPB