Nacional de Patos solicita explicações do TJDF/PB sobre notícia- crime contra o Sousa

Foto Reprodução: Maikon Minervino/Assessor Jurídico do Nacional



O departamento jurídico do Clube requereu, nesta terça-feira, 3,
agilidade no processo movido contra o Sousa por escalação irregular do
jogador Jô Boy.

De acordo com o assessor jurídico do Canário, Maikon
Minervino, já são quase 30 dias que a notícia crime foi protocolada e até
agora não houve nenhuma manifestação por parte do Tribunal
Desportivo. “Esse documento pede ao procurador-geral do TJDF/PB, Dr.
Fábio Ramos Trindade, que se prontifique a dar as informações ao
Nacional Atlético Clube sobre as ações interpostas, ou seja, uma notícia-
crime, para que o mesmo analise se há fundamento e que ele instaure a
denúncia para a votação do Pleno.

Já tem quase 30 dias que foi realizada essa notícia-crime e até agora não houve nenhuma manifestação por parte do procurador. Encaminhamos para ele esse documento querendo saber se dá para agilizar o processo, prestando informações de como está o processo por meio de certidão para que fiquemos documentados”, comentou.

Ainda, segundo Minervino, o documento se refere apenas à notícia-crime
protocolada contra o Sousa. “No caso do Nacional, é especificamente em
face do Sousa Esporte Clube. Esses outros times que entraram com
notícias-crime agora, como o Treze e São Paulo Crystal também, nos
próximos dias, deverão tomar as medidas cabíveis, por que, como o
prazo é de 60 dias após a notícia-crime de fato ser instaurada, o prazo
está correndo e até agora não foi feito nada”, pontuou.


Ascom NAC
José Filho – Jornalista MTB 3948/PB

error0
Tweet 20
fb-share-icon20
WP2Social Auto Publish Powered By : XYZScripts.com