Nabor Wanderley cobrará inclusão do açude Coremas em obras da transposição do Rio São Francisco



O deputado estadual, Nabor Wanderley (PMDB), foi o entrevistado da Rádio Morada do Sol, em Patos, do último sábado, dia 25. Na oportunidade, o parlamentar fez um relato sobre a Frente Parlamentar da Água, movimento de audiências realizadas em vários municípios da Paraíba pela Assembleia Legislativa, sendo que no final, foi elaborado um relatório sobre as situações dos municípios e o andamento das obras da transposição do Rio São Francisco.

“Visitamos todas as regiões do estado, visitamos a obra da transposição, vimos a realidade e fizemos um relatório que contribuiu para que o Governo Federal liberasse os R$ 52 milhões, contribuiu para que o governador tomasse essa medida do Plano Emergencial das Águas e vamos continuar cobrando e trabalhando. A obra do São Francisco a gente teve a oportunidade de visitar, e ela está bem adiantada, tem alguns trechos que está mais lento, a exemplo de Maurití e Salgueiro, mas em outras regiões ela está bem mais avançada. A expectativa é que até o final do próximo ano a gente esteja recebendo as águas do São Francisco para garantir o abastecimento de água da nossa região”, explicou.

Nabor Wanderley ainda garantiu que a luta, agora, é incluir o eixo que interliga a transposição para Coremas, tendo em vista que não há projetos ou licitações para a expansão das obras do rio São Francisco para o açude Coremas, importante manancial do estado.

“Eu acho um absurdo se fazer uma obra tão importante e um dos maiores mananciais do nordeste, que é o açude de Coremas, ficar de fora desse projeto. Outra região é a do Vale do Piancó que também iria ser beneficiada para abastecimento de água”, disse.

Assessoria