Na região de Patos: Ônibus escolares são escondidos de fiscalização intensa da PRF. 142 infrações de trânsito em transportes escolares foram notificadas



A Polícia Rodoviária Federal (PRF) flagrou 142 infrações de trânsito em transportes escolares que circulam em BRs da Paraíba, entre os dias 9 e 10 de março, durante a Operação Volta às Aulas 2020. Mau estado de conservação dos ônibus foi a principal irregularidade identificada.

A PRF identificou situações como pneus carecas e falta de equipamentos obrigatórios ou em mau estado, cintos de segurança quebrados ou inexistentes. “Esses são itens básicos para o transporte com segurança”, disse a PRF.

Foram identificados também ônibus que possuíam identificação de serem adaptados para o transporte de pessoas com deficiência, mas sem elevadores de acessibilidade. Ainda foram flagrados 16 condutores que não possuíam autorização para realizarem a condução de veículos escolares.

“A Polícia Rodoviária Federal reforça que a fiscalização de transportes escolares continuará de forma rotineira durante todo o ano. A fiscalização além de educar os passageiros mostrando a importância de usar cinto de segurança, por exemplo, também visa retirar de circulação veículos que não atendam as determinações do código de trânsito para realizar transporte de escolares”, informou.

Na região de Patos, segundo mensagens de alguns estudantes enviadas a redação do Patosonlne.com, vários ônibus escolares tiveram que ser escondidos de fiscalização na noite desta terça-feira (10). Ás margens da BR-361, poderiam ser visto alguns parados em postos de combustíveis, entradas das cidades, ou até mesmo no acostamento da referida rodovia na zona rural dos municípios.

Alunos relataram que passaram maus momentos, pois chegaram atrasados aos seus compromissos, além de terem que conviver por horas com o escura e os mosquitos durante o tempo que ficaram parados nos acostamento.

A PRF orienta a todas as pessoas que visualizarem irregularidades no transporte de escolares trafegando em rodovias federais, que entre em contato com a Polícia através do telefone 191, para que as abordagens possam ser realizadas.