Policial

Na Paraíba: Comoção marca sepultamento de mulher encontrada morta após acúmulo de dívidas por vício no ‘Jogo do Tigre’

Geovane Guilherme, irmão da vítima, relata que Silmara desenvolveu um vício no mencionado jogo, resultando em dívidas significativas devido às suas apostas.

ÓTICAS GUIMARÃES

O sepultamento de Silmara Sirley, de 30 anos, ocorreu na tarde dessa quarta-feira (06) após a trágica descoberta de seu corpo sem vida em sua residência em Santa Rita, na Grande João Pessoa, no dia anterior (05). A família alega que a vítima mergulhou em dívidas devido ao vício no “Jogo do Tigre”, uma prática de azar amplamente promovida nas redes sociais por influenciadores digitais, prometendo ganhos rápidos e descomplicados.

Geovane Guilherme, irmão da vítima, relata que Silmara desenvolveu um vício no mencionado jogo, resultando em dívidas significativas devido às suas apostas. Ele compartilhou um desabafo nas redes sociais fazendo um apelo para que as pessoas evitem promover o “Jogo do Tigre”, classificando-o como perigoso. Lamentando a perda da irmã, Geovane atribuiu a tragédia ao vício no jogo e solicitou que as pessoas se abstenham de divulgar tal prática prejudicial.

“Eu peço a vocês que divulgam esse jogo do tigre, não divulgue esse jogo diabólico. Hoje perdi minha irmã por conta desse vício. Não divulguem se vocês têm amor no coração”, desabafou Geovane Guilherme.

Conforme a família relata, Silmara chegou ao extremo de pedir demissão de seu emprego na tentativa de obter a rescisão contratual para quitar as dívidas acumuladas através do referido jogo. Silmara deixa dois filhos.

Fonte: PB Agora


Mostrar mais
 
Botão Voltar ao topo