Na Espinharas: Senador Zé Maranhão afirma ter apoio de Chica Motta e de 10 vereadores em Patos. Veja o vídeo



O senador Zé Maranhão (MDB) foi entrevistado nas Rádios Espinharas AM e FM, no programa Radar, do jornalista Marcos Oliveira, nessa manhã de sábado (28/04). Indagado sobre como estava sendo sua visita a Patos, o senador foi direto: “Sem nenhuma pabulagem exitosa”.

 O senador fez declarações bombásticas ao jornalista. Ao ser perguntado se já tinha apoio de alguns vereadores de Patos, visto que a informação circulava nas redes sociais, ele afirmou o seguinte: “Já recebi adesão, o comprometimento de 10 dos 17 vereadores da Câmara municipal de Patos”.

 Questionado sobre as baixas em seu partido em Patos, o MDB, a exemplo do deputado federal Hugo Motta e de seu pai, o deputado estadual Nabor Wanderley, disse que “não fica feliz naturalmente, mas que tem um apoio aqui muito importante, que é da líder e amiga Francisca Motta", ex-prefeita de Patos.

 Já sobre o fato de ele ser ou não o pré-candidato ao Governo do Estado pelo seu partido, Zé Maranhão foi enfático na resposta: “minha pré-candidatura nasceu em março de 2017”. E sobre a união das oposições, ele disse: “nunca não existiu”, embora ele quisesse muito. Falou que não aceita um “arrumadinho” feito pela cúpula de Cássio Cunha Lima e de Luciano Cartaxo, a que chamou de ‘chapa familiar’.

 “Enfrentei a ditadura militar, e agora as novas formas de ditadura colocadas por esses políticos da Paraíba". Ele disse que o estado é pequeno, mas cheio de luta. Lembrou a revolução de 1930: “Temos que honrar esse passado de história”.

Por fim, afirmou que aceitaria discutir com a oposição se tivesse critérios honestos. Contudo não viu esse comportamento por parte dela. Por isso não aceitou e nem aceitaria imposição de um partido ou de outro.

Veja o vídeo do programa Radar transmitido via facebook:

""

"" 

Texto / Blog do Jordan Bezerra

Fotos e imagens – Facebook Marcos Oliveira