Destaques

Municípios da Paraíba suspendem aplicação da vacina AstraZeneca em grávidas

A Anvisa pedir que seja suspensa a aplicação do imunizante neste público

Mulheres grávidas e puérperas serão vacinadas contra Covid-19 apenas em João Pessoa e Campina Grande. Os demais municípios paraibanos paralisaram a vacinação com a AstraZeneca após a Anvisa pedir que seja suspensa a aplicação do imunizante neste público.

O secretário de Estado da Saúde, Geraldo Medeiros, explicou que apenas a vacina da Pfizer continua sendo utilizada, no entanto, apenas as cidades de Campina Grande e João Pessoa utilizam o imunizante. Segundo ele, ainda não houve um comunicado oficial do Programa Nacional de Imunização sobre a suspensão.

“Acreditamos que isso seja temporário porque toda vacinação apresenta um quantitativo mínimo, raros, de eventos adversos graves. A AstraZeneca ocorreu esse óbito no Rio de Janeiro que ainda não se sabe se foi em decorrência da vacina ou não. Aguardamos os resultados no sentido de provavelmente voltar a ser utilizada a AstraZeneca também em gestantes e puérperas”, disse o secretário.

Medeiros acrescentou que os municípios de médio porte, localizados perto dos grandes centros urbanos serão treinados para aplicação da vacina da Pfizer, que possui características específicas para armazenamento e aplicação. A previsão é do envio de 2,5 milhões da vacina da Pfizer.

O pedido da Anvisa foi tornado público após o caso de uma grávida que morreu no Rio de Janeiro depois de ter sido imunizada com a vacina.

Entretanto, de acordo com a Anvisa, a orientação de suspensão é “resultado do monitoramento de eventos adversos feito de forma constante sobre as vacinas Covid em uso no país”. O pedido é que a indicação da bula da vacina AstraZeneca seja seguida pelo Programa Nacional de Imunização (PNI).

“O uso ‘off label’ de vacinas, ou seja, em situações não previstas na bula, só deve ser feito mediante avaliação individual por um profissional de saúde que considere os riscos e benefícios da vacina para a paciente. A bula atual da vacina contra Covid da AstraZeneca não recomenda o uso da vacina sem orientação médica”, informou a Anvisa em nota.

Maispb

Mostrar mais
Botão Voltar ao topo
close