Gerais

Mulher natural de Patos e que reside no Juazeiro do Norte-CE tenta encontrar família biológica aqui na Capital do Sertão. VEJA

ÓTICAS GUIMARÃES

Nessa terça-feira, dia 24 de janeiro, a redação do Patosonline.com foi procurada pela senhora Kátia Pimentel, de 42 anos, que reside na cidade de Juazeiro do Norte-CE e está em busca de encontrar sua família biológica aqui na cidade de Patos.

Kátia conta que é natural de Patos, mas foi embora da Capital do Sertão há 24 anos. Ela não chegou a conhecer seus pais biológicos e agora tenta resgatar a sua origem.

Aqui em Patos, ela disse que residiu na Rua do Prado, bairro da Liberdade, onde hoje funciona um bar. Kátia sabe apenas o nome de sua irmã biológica, chamada Adriana, que segundo ela, era conhecida na adolescência pelo apelido de “Babalu”, isso na década de 90. 

Na época, Kátia conta que Adriana residia na Rua Antônio Félix, bairro São Sebastião. No mais, ela sabe também que sua mãe trabalhava como diarista na Prefeitura de Patos, por volta do ano de 84. Kátia não tem muitas informações e sabe apenas que hoje a irmã é casada e tem filhos.

Veja abaixo o relato feito por ela:

“Eu gostaria de encontrar minha família biológica. Meu nome é Kátia, e tenho uma irmã chamada Adriana, ela era conhecida nos anos 90 como Babalu. Na época, ela morava na rua Antônio Félix. Eu quero saber da minha origem e também gostaria de conhecer eles. Atualmente moro em Juazeiro do Norte, mas sou de Patos, tem 24 anos que sai de Patos. Eu residia no bairro da Liberdade, na Rua do Prado, onde eu residia agora é um bar. Sei apenas o nome da minha irmã, que também já morou no bairro Sebastião, e quando ela era adolescente era conhecida como Babalu, hoje ela é casada e tem filhos. É a única coisa que eu sei”, relatou Kátia.

Caso você que está vendo essa reportagem seja a irmã de Kátia ou conhece a mesma, como também algum familiar, entre em contato pelo WhatsApp: (88) 99361-5356; ou pelo Instagram: @katiapimentelp.

Por Patosonline.com


Mostrar mais
Botão Voltar ao topo