Policial

Mulher é agredida por homem e diz que estava grávida, mas, ela mentiu na declaração

Um homem foi preso na noite desta quarta-feira, 15, no Bairro Placas, em Patos, pelo crime de violência doméstica. Segundo a companheira do acusado, ele teria lhe agredido com socos na cabeça e chutes na barriga após o casal ter uma discussão motivada por uma suposta gravidez não desejada pelo marido, Francinaldo Pereira Bento, idade não informada.

Após a prisão de Francinaldo, os militares da guarnição comandada pelo Sargento Vildomar e composta pelo Cabo De Andrade e Soldado Estênio, verificaram que havia um mandado de prisão contra o acusado pela prática de homicídio e que o mesmo é foragido do presídio de Canhotinho, Pernambuco. O homem foi encaminhado a Delegacia de Polícia Civil onde foram tomadas as providências cabíveis.

 

Já a mulher informou que estava grávida de quatro meses chegando a sentir-se mal na delegacia. Ela foi socorrida por uma ambulância do SAMU e encaminhada a Maternidade Peregrino Filho. Porém, a mulher não estava grávida. Segundo uma agente da polícia civil, ao dá entrada na Maternidade, ela deveria ter ficado lá em observação pelo menos por duas horas. Acontece que a mulher, Irene Pereira da Silva, saiu da Maternidade antes de receber alta dizendo que já estava boa. A agente disse que ao chegar naquela casa de saúde não encontrou mais a suposta grávida e em seguida foi até a residência da mulher onde ela confessou que não estaria grávida. 

 

Fonte – Acilene Candeia/Patosverdade.com  

 

Mostrar mais
Botão Voltar ao topo
close