MP do RN orienta prefeito a não convocar classificados em concurso público.



O Ministério Público Estadual recomendou ao prefeito de Jardim de Piranhas, Antônio Macaco, que se abstenha de nomear e empossar os candidatos aprovados no último concurso público, tendo em vista os fortes indícios de fraude apurados pela promotoria.

Segundo portaria publicada na edição de ontem do Diário Oficial do Estado (DOE), assinada pelo promotor Alysson Michel de Azevedo Dantas, consta, nos autos do inquérito civil 29/2010, depoimento de candidato inscrito no concurso público para seleção de servidores do município narrando atos que maculam o certame, quais sejam: aprovação de candidato que não preencheu a prova e o gabarito; anulação de questões que deveriam ter o gabarito modificado; erros flagrantes no julgamento de recursos.

O promotor público considerou ainda, a existência de vários servidores contratados ilegalmente que foram aprovados para os cargos que já exercem no município.

 

By.:jarlescavalcanti.com

Notícia enviada por: Reginaldo