Brasil

Movimento dos caminhoneiros engrossa e sobe o número de manifestações em rodovias do país neste sábado (19)

Protestos se intensificaram depois que STF bloqueou contas de empresas e pessoas físicas

ÓTICAS GUIMARÃES

Um boletim divulgado pela Polícia Rodoviária Federal do Mato Grosso (PRF-MT) no início da tarde deste sábado, 19, informa que há 13 manifestações de caminhoneiros nas estradas do Estado. Dessas, nove obstruem totalmente as pistas, sem permitir o tráfego. Outras quatro são interdições parciais, em que é possível a passagem de veículos.

De acordo com a PRF-MT, há interdições parciais nos municípios de Confresa, Água Boa, Cáceres e Pontes de Lacerda. As interdições totais são em Campo Novo dos Parecis, Sapezal, Campos de Júlio, Sinop, três em Sorriso e duas em Lucas do Rio Verde.

Um vídeo postado neste sábado mostra uma longa fila de caminhões em Lucas do Rio Verde e grãos espalhados pela pista.

Já, de acordo com o comando-geral da PRF, há bloqueios em outros dois Estados: em União da Vitória, no Paraná, e em Itaituba e Novo Progresso, no Pará. Ainda conforme a PRF, há 20 interdições parciais em todo país na tarde deste sábado.

Conforme mostrou Oesteas manifestações se intensificaram, especialmente, no Mato Grosso, Estado cuja economia é baseada no agronegócio, depois que o ministro Alexandre de Moraes, do Supremo Tribunal Federal (STF), bloqueou contas bancárias de 43 empresas e pessoas físicas por suspeita de financiarem os protestos. Uma das atingidas pela medida é a Sipal, uma das maiores empresas do setor de grãos do país.

Revista Oeste

Foto: Reprodução/Twitter


Mostrar mais
Botão Voltar ao topo