Morte de servidor público do Município de Patos gera revolta e questionamentos dos motivos do óbito na UPA



Antônio Pereira da Silva, 27 anos, mais conhecido por Toinho, residente no Bairro Milindra, perdeu a vida nesta terça-feira, dia 01, quando estava internado na Unidade de Pronto Atendimento (UPA), localizada no Bairro Liberdade, em Patos.

Antônio Pereira era servidor público do Município de Patos. Ele exercia do cargo de serviços gerais e estava trabalhando no setor de arquivos no Centro Administrativo Aderbal Martins. Toinho era muito determinado e tinha vida modesta. Ele tinha crises de ansiedade que se aprofundou após ter uma gratificação de R$ 400,00 retirada do contracheque.

A morte do servidor gerou muitos questionamentos sobre o que teria levado a tal óbito de alguém tão jovem. Antônio Pereira foi atendido pelo Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (SAMU) um dia antes de falecer. A vítima aparentava saúde estável, mas, de fato, estava com crise de ansiedade.

Os motivos da morte ainda não foram revelados, mas causa estranheza e amigos, familiares e colegas de trabalho estão profundamente ressentidos com o fato da morte prematura.

O Sindicato dos Funcionários Públicos Municipais de Patos e Região (SINFEMP) fez uma nota de pesar e se solidarizou com a dor da família.

O sepultamento acontecerá nesta quarta-feria, dia 02, às 16:h, no Cemitério São Judas Tadeu, no Bairro da Vitória, em Patos.


Jozivan Antero – Patosonline.com