Morte de Rejane. Polícia prende mais dois suspeitos



Após o anúncio da prisão do primeiro suspeito de participar da morte da comerciante Rejane Felix, ocorrida no último sábado aqui em Patos, a Polícia Militar, anunciou a prisão de mais dois homens, acusados de serem integrantes do bando que efetuou mais de trinta (30) tiros conta a vítima.

Foram presos por volta das 00h25 de hoje (terça-feira), os desocupados, F.J.S, que reside na Rua Tabelião Manuel Fernandes, São Sebastião, Patos, e J.I. S.S, residente na Rua Bertrand de Azevedo, Patos.

Eles foram localizados pelo setor de inteligência (2ª Seção), do 3º Batalhão de Polícia Militar. O 1º Sargento Avelino, solicitou apoio de viaturas da Polícia Militar, e conseguiram capturar os acusados, na localidade conhecida como “Beral”, no bairro do São Sebastião.

A prisão dos acusados estava sendo esperada pela polícia, pois, conforme declaração do primeiro acusado preso ontem (Nego), além dos dois detidos hoje (Francisco José Sales e José Illaes), um elemento conhecido por “Guaxinim”, outro por Raniere, Jucélio e Jamilson, participaram da execução da comerciante.

Nego informou a polícia, que todos estavam armados, inclusive portando armas de grosso calibre, como espingarda calibre 12 e pistolas 9 mm. O acusado também confessou, segundo a polícia, que o ataque seria contra outra pessoa e não a comerciante.

Após a prisão, os acusados foram levados para a Delegacia de Polícia de Patos, onde permaneciam até a manhã de hoje, a disposição da justiça.

A polícia informou que a busca aos outros acusados continuam e que em breve poderá ser anunciada a prisão dos mesmos.

Marcos Oliveira