Locais

Morre por complicações da covid-19, Maria Auxiliadora Lucena, Dona Nega do Bivar Olinto

Dona Nega era bastante conhecida no Bivar, principalmente na Rua Severino Rodrigues, onde residia

A comunidade do Bivar Olinto está de luto. Morreu por volta das 17h00m (cinco da tarde) desta quinta-feira, 10 de junho, no Complexo Hospitalar de Patos, a comerciante Maria Auxiliadora de Lucena Andrade, 53 anos, conhecida por Dona Nêga.

Portadora de comorbidades, tais como obesidade e pressão alta, ela foi acometida pela convid-19, teve que ser internada no Complexo Hospitalar de Patos, mas não resistiu às complicações vindo a perder a luta contra a doença.

Dona Nega era bastante conhecida no Bivar, principalmente na Rua Severino Rodrigues, onde residia. Ali ela criou seus três filhos, Adélia, Deise e Joanes, ao lado do esposo, Jozivan Andrade dos Santos.

O casal era comerciante mantendo por algum tempo um Mercadinho ao lado da residência. Depois mudaram para atividade de fabricação de enfeites de gesso.

O corpo de Dona Nega foi sepultado ainda na noite desta quinta-feira (10), no Cemitério São Miguel, bairro Belo Horizonte, aqui em Patos. Antes disso, um cortejo passou Bivar Olinto antes de seguir para o cemitério.

Patosonline.com     

Mostrar mais
Botão Voltar ao topo
close