Morando em casebre, família de mototaxista busca construir moradia mais digna há quase 4 anos na cidade de Patos



No único vão do pequeno casebre, localizado na Rua Manoel Isaías da Silva, Bairro Novo Horizonte, em Patos, estão residindo o mototaxista Cícero Martins, 40 anos, sua esposa Maria da Conceição Araújo (54) e os filhos Francisco Hugo (14) e Antônio Miguel (13).

A família é muito querida na localidade. Cícero Martins gosta muito de rádio e se identifica nas participações via telefone e mensagens de voz no WhatsApp como Cícero Mototáxi “O Diferente”. Todo o dinheiro que é conseguido através do trabalho e ajuda dos amigos é destinado para sustento da família e o pouco que resta é empregado na construção de uma casa mais digna.

O casebre é pequeno, porém, o terreno onde está tem bastante espaço para construção. Cícero tem sido o pedreiro na empreitada para ter uma residência mais digna e que ofereça mais espaço para todos. Quase todos os dias ele se dedica a erguer o sonho da família. Sozinho na obra, o mototaxista relata que alguns amigos fizeram doações e que é preciso mais material de construção e também produtos para acabamento.

A construção da casa já dura quase 4 anos. Com a carestia, retorno da inflação e outras dificuldades surgidas ao longo dos anos, o esforço tem sido cada vez maior e se faz necessário a solidariedade da sociedade patoense.

Morar dignamente é um direito garantido na Constituição Federal na Carta Magna de 1.988. O direito também está fundamentado na Declaração Universal dos Direitos Humanos, em 1.948. Mas a realidade é que poucos governantes têm posto em prática tal garantia. Na cidade de Patos, o Programa Minha Casa Minha Vida, criado no Governo do PT, construiu mais de 1.200 moradias populares, porém, não supriu toda a demanda social.

As pessoas que puderem ajudar na construção da residência da família do mototaxista Cícero Martins podem fazer contato através do telefone da sua esposa: (83) 9 9890 6178.

Patosonline.com