Moradores reclamam de ligação de galeria da prefeitura em rede de esgotos da CAGEPA



"BeloOs moradores do Bairro Belo Horizonte, precisamente das Ruas Francisco Rodrigues, Manoel Alexandrino Palmeira e Hildo Menezes, estão reclamando de uma ligação da galeria da Prefeitura para a rede de esgotos da CAGEPA, por parte da Secretaria de Infraestrutura, prejudicando 18 famílias, pois a água de esgoto está retornando para dentro das residências todas as vezes que chove na cidade.

O sindicalista José Gonçalves, um dos moradores prejudicados, afirmou que o atual secretário de Infraestrutura do Município de Patos, Dr. Lelis e o seu adjunto Marcone, tem conhecimento da situação, até porque a ligação foi feita pelo adjunto e até o momento não tomaram as providências em represália ao seu posicionamento de fazer a denúncia pública. “Eles já vieram aqui diversas vezes, mediram prá lá e prá cá, olham prá um canto e prá outro, para demonstrar que irão resolver o problema, mas até o momento fica apenas nisso, demonstrando o desrespeito que tem para com as famílias, que pagam IPTU e, além disso, a taxa de esgoto da Cagepa”. Disse Gonçalves.

A Cagepa também tem conhecimento, mas até o momento não tomou uma atitude de desfazer essa ligação, pois não tem sentido colocar uma rede de galerias da Prefeitura, com água de chuvas na rede de esgotos da empresa, pois quem paga esgoto são os moradores, prejudicando 18 famílias e a empresa não tomar nenhuma atitude. “Acho que isso só acontece porque o governo municipal e estadual pertence ao mesmo esquema político e espero que com a mudança de governo a coisa possa mudar, pois se fosse uma ligação clandestina por parte de morador, pode ter a certeza de que já teria sido multado, processado e tomado todas as providências cabíveis”. Afirmou Gonçalves.

As famílias irão procurar o Ministério Público para tentar resolver a situação nesta terça-feira, dia 14 de dezembro.

Tem ainda o problema do calçamento que não foi bem feito, empossando água, além do acumulo de lixo e metralha, já que a Prefeitura, apesar da solicitação, também não fez a limpeza no local.

 

Moradores da localidade