Locais

Moradores do bairro da Liberdade, em Patos, utilizam água de poço da praça para conseguir realizar afazeres domésticos diante de grave crise de abastecimento. VÍDEO

ÓTICAS GUIMARÃES

A situação da falta de água na cidade de Patos é crítica. Desde o último final de semana, praticamente todos os bairros estão com a falta do líquido precioso, diante de um rompimento na adutora Coremas/Sabugi e também de manutenção que está sendo realizada na Estação de Tratamento da Cagepa.

Na manhã desta quarta-feira, dia 15 de março, o repórter Pabhlo Rhuan, do Patosonline.com, constatou in loco essa problemática na Rua Felizardo Leite, bairro da Liberdade, onde um poço artesiano que há na praça, está sendo a única alternativa dos moradores para conseguirem realizar os afazeres domésticos.

O poço foi instalado na gestão do ex-prefeito Dinaldo Wanderley (in memoriam) e é utilizado para regar as plantas da praça, mas diante da grave crise de abastecimento, sem uma gota de água há pelo menos três dias, os moradores aguardaram a chegada do guarda e pediram para que pudessem utilizá-lo para conseguir realizar os afazeres de casa.

O popular Gilberto Silva conversou com nossa reportagem e falou sobre essa grave crise de abastecimento enfrentada pelos moradores.

“Aqui tá faltando água desde domingo, hoje de manhã fui fazer caminhada, cheguei, tive que esperar o rapaz que trabalha aqui na praça, dispor da água pra poder usar o banheiro, tinha nem como usar o vaso por falta de água. E a situação é essa aqui, todo mundo com balde enchendo, desde domingo a gente sem água, não tem nem previsão de quando chega. Tem que tá pegando água no poço pra fazer comida ou usar o banheiro, não tem água pra tomar banho, pra nada, o pessoal tá comprando água mineral pra beber e o resto tá se virando com essa água aqui do poço”, relatou.

A moradora Joana Dark também falou com nossa reportagem e comentou sobre as dificuldades para realizar os afazeres domésticos diante da falta d’água.

“Quatro dias sem água, o banheiro sujo, sem tomar banho e sem lavar roupa, quatro dias hoje. Fica difícil a situação, atrapalha e muito, se não fosse esse poço, o que seria de nós? É um sofrimento. Eu tô operada vai fazer 6 meses e tô carregando água sem poder”, disse

O que diz a Cagepa?

O assessor de comunicação da Cagepa Regional das Espinharas, Juracy Barbalho, enviou um áudio à imprensa explicando a situação e informou que um equipamento deteriorado com mais de 30 anos de uso precisou ser substituído na Estação de Tratamento do Jatobá, no dia de ontem, mas devido ao mau tempo, não foi possível a conclusão e o serviço está sendo finalizado hoje, com previsão para retomada gradativa do abastecimento até o final do dia.

Ouça mais detalhes no áudio abaixo:

Juracy Barbalho – Áudio: Divulgação

Por Patosonline.com


Mostrar mais
Botão Voltar ao topo