Locais

Moradora da Rua Silvia Cavalcante, no bairro Juá Doce, relata transtornos provocados por casa em estado de abandono e tomada pelo lixo

ÓTICAS GUIMARÃES

Na manhã deste domingo, dia 20 de novembro, a redação do Patosonline.com foi procurada por uma moradora da Rua Silvia Cavalcante, no bairro Juá Doce, aqui em Patos, fazendo o relato dos transtornos provocados por uma casa que está em estado de abandono na localidade e tomada pelo lixo.

Segundo relatou, o imóvel, que é de propriedade privada, está fechado há muito tempo e acabou se tornando um verdadeiro depósito de lixo e também local propício para a proliferação do mosquito Aedes Aegypti.

Além disso, o mato que cresceu dentro da casa está passando para as residências vizinhas, além da proliferação de insetos, como formigas: “Na minha casa estou dormindo na sala, pois no meu quarto tá tomado pelas formigas”, relatou a internauta.

O fato acabou gerando, inclusive, problemas maiores, já que um vizinho que foi cortar as plantas que estavam passando para sua residência, acabou se machucando ao cair do telhado, sendo necessário o atendimento do SAMU.

A internauta disse que o proprietário do imóvel já foi procurado pelos moradores da localidade e o mesmo disse que iria limpar o loca, porém, isso já faz alguns dias e até o momento nada foi feito.

Nossa redação entrou em contato com o Coordenador de Comunicação da Prefeitura de Patos, Ulisses Neto, e o mesmo informou que o máximo que a prefeitura pode fazer é notificar e aplicar multa, apenas pela falta de função social, e para uma intervenção mais energética, seria importante que o moradores procurassem o Ministério Público.

“O máximo que a prefeitura pode fazer é notificar e aplicar multa, mas diante dos danos devido ao lixo que vem se acumulando, insetos e outras pragas, apenas pela falta de função social, porém, para uma intervenção mais enérgica, sugerimos que busque o Ministério Público”, disse Ulisses.

Veja as imagens abaixo:

Por Patosonline.com

Com informações e imagens da internauta


Mostrar mais
Botão Voltar ao topo