Ministro Versiani poderá apresentar seu voto vista ainda amanhã



O gabinete do ministro do Tribunal Superior Eleitoral, Arnaldo Versiani, admitiu há poucos instantes que o voto vistas dos embargos interpostos pelo governador Cássio Cunha Lima – solicitado na sessão da quarta-feira 17 – pode ser apresentado antes do recesso judiciário, que inicia na sexta-feira 19.


A decisão sobre a data de apresentação do voto vistas será dada ainda hoje, a partir das 18 horas – horário previsto para a chegada do ministro em seu gabinete.


A expectativa do corpo de advogados de Cunha Lima, porém, é que o voto seja proferido somente em fevereiro, no final do recesso, dada a complexidade do processo.


O pedido de vistas adiou o julgamento dos embargos, que não foram aceitos pelo relator Eros Grau.


Mas levantamentos de fatos feitos pelos advogados do governador e ponderações do presidente do TSE, ministro Carlos Ayres Brito, motivaram o pedido de Versiani.


wscom