Esportes

Ministério Público proíbe xará de clube do Brasileirão de disputar torneios por causa de dívidas

ÓTICAS GUIMARÃES

Grande parte dos clubes brasileiros está quebrada financeiramente, mas ainda assim segue contratando e até mesmo disputando torneios. O Flamengo, do Piauí, sem tanta força no cenário nacional, não teve a mesma sorte e foi proibido de disputar novas competições pela Justiça do Trabalho. O motivo? Dívidas.

A ação foi movida pelo Ministério Público do Trabalho no Piauí (MPT-PI) e Gustavo Ribeiro Martins, juiz do Trabalho Substituto, acatou, levando em conta o descumprimento das decisões judiciais de 2018. O Flamengo acumula dívidas de 13º salários e férias. Até mesmo a Federação de Futebol do Piauí (FFP) foi punida e multada em R$ 10 mil por permitir que seu filiado dispute campeonatos.

“Esse magistrado tem observado a inércia, a atitude reiterada e omissiva, além do descaso com as decisões dessa Justiça Especializada, não só pela lamentável situação do Esporte Clube Flamengo, mas também por parte da Federação Piauiense de Futebol”, diz o despacho.

O MPT informou que o Flamengo foi notificado judicialmente, mas mesmo assim não cumpriu a decisão. O clube piauiense promete recorrer.


Por: Agência Futebol Interior

Mostrar mais
Botão Voltar ao topo

Adblock detectado

Por favor, considere apoiar-nos, desativando o seu bloqueador de anúncios